Posts Recentes

Dente-de-leão no mundo

A maioria dos adultos se lembra de pelo menos uma vez ter assoprado seus pompons repletos de sementes. O Dente-de-leão (Taraxacum officinale F.H. Wigg.) encanta adultos e crianças pela beleza de suas cipselas (frutos secos contendo as sementes) e pelas suas pequenas flores amarelas. Sua presença no jardim oferece cor e textura diferenciada.

Apesar de ser um mato espontâneo, presente em diversas regiões do mundo, principalmente as de clima mais ameno, o Dente-de-Leão tem seu centro de origem entre a Europa e a Ásia. Sendo que suas folhas e raízes são utilizadas há séculos na medicina popular.

O que poucos sabem é que suas folhas e flores são comestíveis, ou seja, o consideramos uma Planta Alimentícia não Convencional (PANC). Podemos consumir as folhas frescas, em saladas e sucos, ou cozidas, em bolinhos e refogados. Já as flores podem ser empanadas e fritas.

Quem nos contou sobre esta PANC é Gabi Pastro, nossa querida amiga, bióloga e proprietária da empresa Hortas e Saberes. Atua no ramo da agricultura orgânica e alimentação saudável. Escreve semanalmente para o blog Viveiro Orgânico Sabor de Fazenda.